sábado, 12 de julho de 2008

Seriados 20

Mulher Maravilha

Princesa de Themyscira, filha de Hipólita, rainha das amazonas, foi criada a partir de uma imagem de barro, à qual cinco deusas do Olimpo deram vida e presentearam com superpoderes. Adulta, chegou ao mundo dos homens para espalhar uma missão de paz. Foi a primeira heroína a ser criada, aparecendo em 1941.

Na televisão surgiu em 1967, quando Willian Dozier, o mesmo produtor de Batman, mas não obteve muito sucesso, tendo curta direção.

Voltou pela Warner em 1974, tendo como protagonista Lynda Carter, então Miss Mundo. O problema é que os produtores queriam não apenas uma mulher bonita, mas uma atriz experiente. Passaram por testes, entre outras, Rachel Welch, Farrah Fawcett e Lindsay Wagner. Lynda, entretanto, acabou confirmada para viver a heroína.

No Brasil o sucesso não chegou a ser tão grande quanto em outros países. Alguns episódios eram considerados muito bons, mas eram mesclados por outros tidos como muito fracos.

O vídeo mostra a abertura do seriado.


Curiosidades
<> Mesmo não sendo uma grande atriz, Lynda Carter ganhou o coração de milhões de adolescentes em todo o mundo.
<> A série marcou a atriz para sempre e seu nome é o mais associado à personagem entre todos os heróis de seriados.
<> Em sua identidade secreta, a Mulher Maravilha era Diana Prince.

2 comentários:

Anônimo disse...

Até hoje, nunca mais vi uma mulher que tivesse um modo de correr tão elegante quanto a Lynda Carter. Reparem só, nas cenas em que ela aparece correndo.

Ampulheta Virtual disse...

É verdade, meu caro Anônimo... Afinal ela tinha a elegância de Miss Mundo, então até para correr tinha de ser elegante. Eu, honestamente, não vejo outra atriz que pudesse viver a Mulher Maravilha como Lynda Carter, assim como não posso pensar em outra atriz senão Lindsay Wagner para ser a Mulher Biônica. Concorda?