quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Tributo 15



Waldick Soriano

Morreu dia 4 de setembro no Rio de Janeiro, aos 75 anos, Waldick Soriano. O cantor e compositor vinha lutando contra um câncer de próstata havia dois anos. Ele estava internado no Instituto Nacional do Câncer desde o dia 31 de agosto.

Segundo Valda Soriano, sua filha, a doença só foi diagnosticada quando já estava em estado avançado e já estava espalhada, sendo que o tratamento não vinha surtindo grandes efeitos.

Baiano de Caetité, era muito apegado à mãe que abandonou o lar quando ele ainda era um garoto. Na adolescência era boêmio, namorador e aventureiro. Jovem, veio tentar a vida em São Paulo.

Trabalhou como lavrador, garimpeiro, engraxate, mas sua paixão era a música. Ainda nos anos 50, com muita dificuldade, conseguiu tornar-se conhecido com a música Quem és tu? Começou a destacar-se com músicas dor-de-cotovelo e passou a usar roupas sempre negras, chapéu e óculos escuros, o que tornou-se sua marca registrada.

Seus maiores sucessos foram: Eu Não Sou Cachorro Não e Paixão de um Homem.

O vídeo mostra Valdick Soriano cantando seus dois maiores sucessos.



O cantor voltou à mídia no ano passado quando foiram lançados CD e DVD contando sua carreira, num projeto da atriz Patrícia Pillar, que acabou tornando-se grande amiga de Soriano

2 comentários:

Natália de Castro disse...

Bela iniciativa da Patrícia Pillar em homenagear o artista ainda vivo. São poucos que fazem isso. Parabéns pelo blog e pela agilidade na informação.

Moura Nápoli disse...

Natalia, seria mesmo legal se muita gente fosse homenageada ainda em vida...
Infelizmente nem sempre isso aocntece e depois de mortas, as pessoas - ou melhor - seus familiares acabam passando por constrangimento nas mãos de políticos oportunistas, não é mesmo?
Obrigado pela postagem e continue prestigiando o Ampulheta !